Quem Somos

2018-2019

Equipa
Stephen Hawking
– Dinastia Douro –

Vasco Almeida . Guia
Lorenzo Saraiva . Sub-Guia
Marta Faria . Cozinheira
Lourenço Conceição . Fotógrafo e RP
Andreia Marques . Guarda-Material
Francisco Faria . Socorrista
João Gonçalves . Secretário e Animador

Equipa
Aníbal Milhais
– Dinastia Guadiana –

Miguel Costa . Guia
Matilde Reixa . Sub-Guia
Carolina Gonçalves . Socorrista
Inês Aguiar . Tesoureira
Matilde Branco . Secretária
Alexandre Coutinho . Cozinheiro
Diogo Alcobia . Guarda-Material
Luís Rosa . Relações-Públicas
Vicente Miranda . Animador
?

Equipa
Alfred Nobel
– Dinastia Mondego –

Leonor Nascimento . Guia
Gonçalo Clemente . Sub-Guia
Vicente Alegre . Cozinheiro
Dulce Pires . Secretária e RP
Matilde Costa . Guarda-Material
João Cocco Gomes . Financeiro e Anim.
Maria Ferreira . Fotógrafa
Mariana Silva . Socorrista

Equipa
Anne Frank
– Dinastia Tejo –

Madalena Evaristo . Guia
Duarte Conceição . Sub-Guia
Francisca Faria . Secretária e Cozinheira
Tatiana Silva . Socorrista
Pedro Sena . Financeiro
Sérgio Gil . Guarda-Material
Mateus Cano . Relações-Públicas
Matilde Vieira . Fotógrafa
?

Equipa de Animação

Pedro Silva
Catarina Castaño
Marta Luísa

Plano de Actividades

2018-2019

Visualizar PDF.

Organização

IIIª Secção

• os elementos são denominados Pioneiros e as suas idades entre os 14 e os 18 anos;
• os Pioneiros estão divididos em Equipas de 4 a 8 elementos;
• denomina-se Comunidade a Unidade formada pelas Equipas de Pioneiros, de 2 a 5 Equipas;
• cada Equipa escolhe para Patrono um Santo da Igreja, Pioneiro da Humanidade ou Herói Nacional, cuja vida os Pioneiros devem conhecer e tomar como modelo de acção;
• o patrono da III Secção é São Pedro;
• o patrono da Comunidade 82 é Santo Agostinho;
• os Pioneiros reúnem no Abrigo;
• a actividade típica da Comunidade é o Empreendimento;
• a cor representativa desta secção é o Azul;

SPP

Sistema de Progressão Pessoal

“Neste grupo – a Comunidade dos Pioneiros – nunca vais estar sozinho! Desde já vais pertencer a um grupo mais pequeno dentro do grupo: a tua Equipa. É com os elementos da tua Equipa que vais passar a maior parte do teu tempo enquanto aqui estiveres. Será com eles que vais viver inúmeros momentos de alegria e de partilha, que vão ficar bem gravados na tua memória e recordarás pela tua vida fora. Aceita o desafio! Vem ser Escuteiro… e ficas já a saber: É importante que sejas igual a ti próprio!”

Os Pioneiros encontram estas palavras no Diário de Vivências, um manual da maior importância para o seu crescimento no escutismo. Com base no Diário de Vivências, o Agrupamento criou o Complemento do Diário de Vivências, que julgamos ser bastante útil, com vista a uma melhor assimilação do Sistema de Progressão Pessoal. Em baixo, disponibilizamos o Complemento do Diário de Vivências em PDF. O Diário de Vivências encontra-se disponível no site do CNE.

Complemento do
Diário de Vivências

Visualizar PDF.

Auxiliar do
Desprendimento

Visualizar PDF.

ADN da Secção

Quem é o Pioneiro?
É aquele que, depois da descoberta do mundo que o rodeia, é assola-do por um sentimento de insatisfação, de um ímpeto de fazer diferente, de mudar, de inovar, que o leva a soltar-se do que considera supérfluo para pôr mãos à obra na construção e concretização do seu sonho, das suas ambições.

Mística e Simbologia

A Mística proposta para Pioneiros resume-se na frase: A Igreja em Construção.

Pressupondo o reconhecimento de que o Criador é a fonte de todos os dons, considerando que Deus nos colocou neste mundo para realizar um projecto de felicidade para toda a Humanidade, e tendo por base, ainda, que a nossa participação nesse projecto tem origem na Aliança que Deus firmou com os Homens, o Pioneiro começa a descobrir as consequências de ter caminhado em direcção à Terra Prometida. Ou seja, é hora de amadurecer a fé que professa, e é altura para redescobrir o significado do seu baptismo, mediante o qual foi configurado com Cristo.

O Pioneiro descobre que ser membro de Cristo faz dele artífice da Nova Humanidade. Descobre ainda que é parte de um todo mais vasto e que, no respeito absoluto pela sua individualidade, ele é membro da Igreja, Corpo Místico de Cristo.

Provavelmente, será mais imediato o reconhecimento do valor da comunidade, numa escala menor, isto é, na equipa. Depois desse reconhecimento, seguir-se-á a abertura aos outros e, num nível mais amadurecido, a consciência de que cada baptizado é membro activo da Igreja e que, portanto, tem um papel útil, necessário e insubstituível na Comunidade Cristã. É importante recordar que a Mística representa um ideal a alcançar no final da passagem pela terceira Secção.

Esta Mística sugere ao Pioneiro que ele é chamado a colocar os seus talentos ao serviço da Comunidade e a assumir a tarefa de ser construtor de comunhão. Tem, por isso, um sentido profundamente eclesiológico.

A simbologia ajuda-nos a perceber a identidade dos Pioneiros.

Rosa dos Ventos
O símbolo identificativo da terceira Secção é a Rosa dos Ventos. Símbolo do rumo certo, da boa escolha e da decisão ponderada, é o símbolo daquilo que é a vida do Pioneiro, nas suas escolhas, na sua atitude, no que quer dos outros. Portador de vontades, agregador de desejos e de disponibilidade, o Pioneiro tem a vontade de, ele próprio, mudar o mundo e arriscar.

Gota de Água
Símbolo da pureza, símbolo do Pioneiro, do jovem enquanto pessoa, indivíduo, que é transparente – consigo próprio e com os outros; que é alento e alimento para os que o rodeiam; que faz parte de um grupo juntando-se a outras gotas e tornando-se corrente.

Machado
Símbolo da construção e da acção, representa aquilo que é o potencial do Pioneiro, das suas capacidades, da sua energia transformadora, do resultado final da combinação do que quer com o que sabe….

Icthus
O peixe simboliza Jesus Cristo. A palavra «peixe», em grego, escreve-se icthus e, esse símbolo foi adoptado pelos primeiros cristãos perseguidos com um sentido catequético/simbólico, em que cada letra é a inicial de uma palavra: «Jesus Cristo, Filho de Deus Salvador» (Iesus Christos Theou Uios Soter).

Oração do Escuta

Senhor Jesus,
Ensinai-me a ser generoso,
A servir-Vos como Vós o mereceis,
A dar-me sem medida,
A combater sem cuidar das feridas,
A trabalhar sem procurar descanso,
A gastar-me sem esperar outra recompensa,
Senão saber que faço a Vossa vontade santa.
Ámen.

 

Espaço Comunidade 82